Respondemos você.

Olá,

Hoje temos mais resposta sobre relacionamento.

Na sessão “Respondemos você” você faz a pergunta e nós respondemos aqui. A ideia é proporcionarmos uma orientação sobre as questões emocionais difíceis de serem resolvidas, mas sabemos que para uma transformação efetiva é necessário mais. A Terapia é sempre um ótimo caminho para o autoconhecimento e para uma vida mais feliz.

Mande sua pergunta para nós pelo e-mail. Viviane (viviane@lajter.net) ou Marcela (marcelapimentapavan@gmail.com).

————————————————–

P: “Olá! Primeiramente quero parabeniza-las pelo trabalho no site!

Bem, meu caso é o seguinte. Namoro a seis anos e a um bom tempo temos dificuldades sexuais  em relação a quantidade. Sempre discutimos sobre o tema mas somente agora que estávamos nos preparando para um possível casamento veio a conversa sobre o que realmente é a questão. Meu namorado me disse que não tem vontade de ter relações comigo e que com outras mulheres também não a não ser o interesse pela curiosidade. Então ele procurou um tratamento terapêutico e está neste processo a três meses. Ele me diz sempre que quer casar comigo e viver bem  com este problema resolvido, mas que não sabe o que fazer para resolver isso logo. Diz também que se sente mal perto de mim por saber que não pode me dar o que eu preciso e por este motivo optou por diminuir a frequência com que nos vemos. Eu estou sofrendo bastante com a situação, mas não sei como agir, eu gostaria de poder ajuda-lo mas também quero que isso se resolva logo. Existe algo que eu possa fazer? Obrigada!”

R: Olá, pelo o que você me descreveu a dificuldade existente está relacionada com o seu namorado e me parece que independe de você. Ele está em um processo de questionamentos e talvez de autoconhecimento também.
Acredito que o que está a seu alcance seja apoiá-lo nessa busca e estar aberta a conversar para compreender o que realmente está ocorrendo. E, uma vez que isso ocorra, decidir o que você deseja para si.

Um abraço,

Viviane.

Anúncios
Esse post foi publicado em Psicologia e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s